O pior da ressaca: churrasquinho de gato

churrasquinho de gato por Breno Peck

Quem não levou porre tá mentindo.

Todo mundo já passou por isso e a pior ressaca é aquela que não se lembra do que fez em meio de tanta cachaça. Inúmeras possibilidades, não é…

Vai ficando pior quando seus amigos te contam e você fica em negação.

“Magina! Eu??? Não… cê tá falando sério que eu fiz …?”

Uma tentativa frustrada de racionalizar aquilo em meio da dor de cabeça pulsante…

Jamais em sã consciência!

“É Carol… você… comeu churrasquinho de gato…”

Aquele ar tenso, a feição pasma, olhar sem brilho… Desilusão.

Eu… Nem bêbada… Eu? Churrasquinho de gato?!?!

A Mari me olha, e quase pede desculpa por ter me falado…

Churrasquinho de gato…

Aquela carne que pode ser de qualquer tipo de animal, sem procedência nenhuma, pior acondicionamento do mundo, higiene zero, aquela farofa que deve ficar lá mais de uma semana só misturando a nova com a velha… Aquela fumaceira em volta, o vinagrete com repolho …

Eu!? Eu que sou chefe de cozinha. Eu que estudei gastronomia. Eu que nem de McDonalds gosto… Eu que evito comer carne vermelha…

A Mari completou: “Comeu e falou que tava gostoso!” (gargalhadas…)

Nunca mais vou beber…

(E todos que fazem essa promessa, não cumprem. Mas o churrasquinho é promessa mesmo.)

Ainda bem que ‘o que não mata, engorda’…

Churrasquinho de gato… ai-ai-ai…

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: