La plata

Artem, Jet, Fábio, eu, Oat

O alívio de competir no primeiro dia foi enorme (5/7). Trabalhamos bem. Acho que o “rush” de adrenalina traz nossos melhores instintos de sobrevivência à tona. Tínhamos que ser ágeis mas sem movimentos bruscos. Transmitir que aquela situação nos deixava confortável e natural. Conciliar o bate papo com o juiz enquanto está tentando ser ágil, parecer confortável, manter a concentração e ele te desconcentrando é uma arte que não sei o quanto nos saímos bem. Cada minuto conta, então por mais que quisesse parar pra explicar, não era uma opção. Em meio ao caos, em que o ambiente de cozinha já pertence naturalmente, nosso tempo foi em padrão suíço. Acabamos tudo literalmente no 3,2,1. Podem até ter achado que íamos nos atrasar, mas realmente, foi de propósito… (uh-hum, até parece!)

Há pouco tivemos a cerimônia de encerramento, e assim: as medalhas!

Ficamos com prata!

Estou muitíssimo feliz com o resultado!! Sinto que entre tudo que aconteceu, é a posição que merecemos. Sem mais detalhes.

Ouro, prata, bronze, arco-íris: a experiência é o maior troféu. Aprendi muito. Do limão ao suco.

E claro, obrigada aos que apoiaram e torceram! Essa energia é valiosa. Obrigada!

3 comments

  1. Boa!
    Meus Parabéns!
    Tudo de melhor para você sempre!!
    Beijo, se cuida!

  2. Renata Amaral

    Parabéns!!! Estou sempre na tocida. Sou sua fã no 1!!!!!

  3. Parabéns!!! Parabéns!!! Isso tudo é um estímulo fantástico!!!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: