A saudades e a dor

Um coisa que aprendi certamente de todas as viagens que já fiz é que a saudades é uma constante. Sempre é. Inquestionável.

Mas que embora o tempo, nada muda o amor por trás dela.

Embora a distância, nada muda a presença dessas pessoas na minha vida.

A distância impede o corpo presente, mas jamais a ausência.

Quem escolhe ausência somos nós mesmos.

E quando a saudades mais faz doer o coração, me lembro que ela nada mais é que um disfarce do amor. Sentimos saudades apenas do que amamos. Há uma beleza enorme nisso. Em qualquer amor existe dor.

 

One comment

  1. Dani

    To morrendo de saudades de você! será que é porque eu te amo?? Sempre estarei presente na sua vida, mesmo longe moro aí dentro do seu coração :)!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: