Perdi o vôo, fiquei

Sim. Aquele ‘sim’ tímido que não sabe se quer ser um talvez. Um sim sem 100% de certeza. Com uma pontinha de medo sim, adrenalina sim, curiosidade sim.

SIM, FICO!

Basicamente minha resposta pra pergunta ‘se eu me arrependeria se eu recusasse a proposta’ também é sim…

***

Com o visto vencendo, só me restava sair do país pra conseguir renovar. Já que minha passagem estava comprada pra Tailândia, era lá mesmo.

O transito imprevisível de Bali faz com eu chegue atrasada no aeroporto, 10 minutos o suficiente para não conseguir fazer o check-in.
Perdi a viagem e o meu dinheiro.

Não tenho mais crédito no celular e como eu esqueci o número, não consigo colocar crédito…

Peço pro moço da loja de crédito pra gentilmente usar o celular dele já que não lembro do meu número. “Não.”

Hoje é o meu dia, hein…

Tenho uma mini crise de choro e frustração.

Uso o telefone do moço…

Ligo pro meu novo chefe, que recomenda que eu vá pra secretaria de imigração. Lá, os caras estão na hora do almoço e nimguem pra atender…

Enquanto um cara mais velho e ranzina chega na sua mesa, ainda antes tirar a placa de ‘almoço’, vou lá perguntar como que eu faço. Ele diz “não faz… Você tem que sair do país. Seu visto vence hoje e meu trabalho é pegar pessoas assim,  ilegais”, se referindo a mim.

Ótimo… Mas não desisti, vou esperar mais alguém voltar do almoço. Esse cara me pareceu que acordo com o pé esquerdo…

(Mais espera.) Novo rapaz, a mesma pergunta e a mesma resposta…

E eu voltado a pé debaixo do sol pro aeroporto, com mala debaixo do braço e de saco cheio.

Não resta nada a fazer a não ser comprar outra passagem… Vou pra mesma companhia aérea que é péssima mas a única acessível pro meu bolso…

Na minha frente, dois caras falando português com alguma frustração diante da mesma empresa aérea.

A miséria adora companhia…

“Brasileiros?”

E assim começou toda a conversa de frustração com o Fábio e o Rubens que fez meu dia virar de ponta cabeça…

O Fábio é empresario há 20 anos em Bali, além de morador, conhece todos os “jeitinhos” do lugar e diz que consegue me ajudar.

Não sei explicar o uso dessa intuição de ter fé em pessoas que eu absolutamente desconheço e talvez seja ingenuidade… Preciso dizer que meu anjo da guarda é grande…

Logo estava com o Fábio e o Rubens finalizando o rolé do dia deles antes de voltar pra casa…

O Fábio trabalha com exportação de produtos artesanais locais, tipo esculturas, objetos de decoração, etc. Então fomos ver o artesão esculpir as limestones em mínimos detalhes…

Porque estamos perto, resolvemos passar no vulcão e admirar a vista tomando um cházinho ao entardecer.  Em ’94 o Fábio escalou o vulcão em erupção e saiu no Fantástico… Figura!

Passamos em frente ao restaurante favorito do Fábio. Deveria estar fechado visto que é segunda-feira… Mas tá aberto!

Lá vamos nós comer no Mosaic, o melhor restaurante de Bali.

Ao som e cheiro de chuva, jantamos um degustação de 8 pratos harmonizados com vinhos, risadas e boa companhia.

(Tirei várias fotos! Mas estou sem o dispositivo para transfirí-las… So, cenas do próximo post!
Ah, o passaporte… fica pronto em 3 dias por menos da metade do preço da viagem que eu faria.)

Lição moral: prova de que “Você não pode conectar os pontos olhando adiante, você só pode conectá-los olhando para trás. Então, você tem que confirar que os pontos vão se conectar de alguma forma no seu futuro. Você tem que confiar em alguma coisa: seu Deus, destino, vida, carma, seja o que for. Acreditar que os pontos vão se ligar em algum momento vai dar confiança para você seguir seu coração, mesmo que ele o leve para um caminho diferente do previsto.” Dá-lhe Steve Jobs.

9 comments

  1. Gabriela Gholmia

    carolzinha!!! amo seu blog e amo saber que vc ta super bem e aprendendo bastante!! estou taaaao excited for you nessa nova aventura!!! vai nos updating!!! beijooo

    • Biiii do meu coração, brigada pelo apoio! A vida traz coisas lindas, é só a gente acreditar!
      Know that if you come to Bali, you have a home to stay in! Seria animal!
      Valeu por acompanhar o blog tb! Te adoro!!

  2. Clarissa Mariotti

    Também amo fazer essa viagem junto com vc, carol!!! Obrigada por dividir suas experiências e seu bom humor! Beijo beijo beijo, Cla!

  3. Aleixo

    Carol, em primeiro lugar, parabéns pelo texto! Muito bem escrito, em todos os sentidos. Depois, fico feliz de saber que você resolveu a encrenca e ainda fez novos amigos. Típico de pessoas legais como você! Grande beijo!

    • Oi Aleixo!! Obrigada, eu tive ótimos professores (tsc tsc)! Novos desafios! Tudo resolvido até a próxima revira volta da vida, que já se mostrou tão imprevisível!
      Grande beijo

  4. Marcia

    Carol! Remember-me? Bom tô, fascinada com o que a vida está te proporcionando, adorei seu posicionamento sobre a “Dúvida”, uma poetisa.

    Viva intensamente SUA vida!!!

  5. Renata Ferraz do Amaral

    Carol… viva a estrelinha!!! Que sufoco!!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: